Como Salvar Modelos de Gráficos no Excel


A formatação de gráficos no Excel é quase uma arte. Cada gráfico criado acaba por ser uma peça única e marca registrada do seu autor. Como replicar seus modelos ou customizar outros gráficos sem precisar fazer tudo de novo? Aprenda a criar e gerenciar modelos de gráficos no Microsoft Excel para facilitar e agilizar o seu trabalho!

A formatação de gráficos no Excel é quase uma arte. Cada gráfico criado acaba por ser uma peça única e marca registrada do seu autor. Isso por que cada componente do gráfico no Microsoft Excel, pode ser modificado, personalizado ou ajustado de acordo com a vontade do autor. Obviamente, o Excel já nos traz modelos prontos – e cada vez melhores nas evoluções do programa – mas sempre que possível, desejamos alterar e moldar o gráfico conforme nossas necessidades.

Não raro e, como também expomos em diversos artigos, podemos criar “gráficos novos” que não estão prontos no Excel, sobrepondo barras, combinando linhas e pontos de dispersão etc. Além disso, queremos modificar as cores padrão (azul, verde, vermelho), customizar as linhas, os traços, as bordas, adicionar sombra… e por aí vai.

A grande história aqui é que, muitas vezes, criamos gráficos fantásticos e ele se perdem no nosso tempo. Quando queremos reproduzir aquele “obra única”, novamente, não encontramos a tal planilha que continha o gráfico! Ou mesmo, queremos aplicar o mesmo modelo para expor uma informação totalmente diferente… E aí sentamos, respiramos fundo e começamos tudo de novo!

Não há necessidade disso! O Excel permite salvar seus gráficos criados (e todas as formatações aplicadas) em “modelos – salvos”, que podem ser utilizados em diversas ocasiões, em planilhas novas, exportar, compartilhar e importar para aplicar em seus gráficos ou gráficos de outra máquina. Isso, com certeza, poupa muito tempo e trabalho.

Salvando seu Modelo

Antes de salvar seu modelo, é preciso criar um gráfico antes, e customizá-lo de acordo com as necessidades. Neste exemplo abaixo (figura 1), utiliza-se o gráfico de linhas comum e customizamos ele com algumas coisas mais interessantes e visualmente mais agradáveis. Nos pontos de intersecção das linhas, aumentamo-os e centralizamos os rótulos para que fiquem no centro do ponto (uma bola agora). Além disso, mudamos algumas cores e traços.

Figura 1: Gráfico customizado

Figura 1: Gráfico customizado

Figura 2: Salvar modelo gráfico.

Figura 2: Salvar modelo gráfico.

Para salvar o modelo, selecione o gráfico desejado, e nas guias superiores, selecione “Design” >

“Salvar Modelo”.

O Microsoft Excel apontará automaticamente para o caminho padrão onde deverá salvar seu modelo, normalmente: C:\…\AppData\Roaming\Microsoft\Templates\Charts\

É possível salvar em outro local mas, para que possa carregar o modelo posteriormente, é obrigatório que o arquivo de modelo esteja no mesmo caminho padrão apontado pelo Excel. Então, se você deseja transportar o modelo para outra máquina, assegure-se de colocar o arquivo de modelo no caminho correto.

Carregando seu Modelo

Figura 3: Gerenciando modelos de gráficos.

Figura 3: Gerenciando modelos de gráficos.

Se o modelo salvo foi salvo em outra pasta ou deseja carregar um modelo de outra fonte (criado em outra máquina, por exemplo), é possível gerenciá-los, incluindo ou excluindo os modelos presentes na pasta de modelos de gráfico do Microsoft Excel.

Para isso, selecione o gráfico que deseja formatar, aponte para a guia “Design” > “Alterar Tipo de Gráfico”. Na caixa “Alterar Tipo de Gráfico”, clique em “Gerenciar Modelos…” e a pasta onde os modelos estão e devem ser armazenados será aberta (figura 3).

Nesta pasta é possível transferir seus modelos de outra fonte, apagar ou duplicar os modelos existentes.

Figura 4: Aplicando modelos existentes sobre gráficos.

Figura 4: Aplicando modelos existentes sobre gráficos.

Para aplicar um modelo existente (figura 4), selecione o gráfico que deseja formatar, aponte para a guia “Design” > “Alterar Tipo de Gráfico”.

Na caixa “Alterar Tipo de Gráfico”, selecione “Modelos” e selecione o modelo desejado.

E pronto. Note como  o gráfico padrão criado pelo Excel é formatado exatamente como criou em um modelo anterior.

Neste processo, é possível reutilizar os modelos criados em outro momento, sem necessidade de recomeçar o trabalho. Podemos utilizar este recurso também para modelar um gráfico junto ao seu cliente, ajustar as cores e formatações que mais o agradam e salvar o modelo para apenas aplicá-lo no relatório inteiro.

Ou mesmo, utilizar o relatório dipsonibilizado pelo cliente ou por um parceiro (ou qualquer outra fonte) para replicar fielmente o modelo de gráfico criado em seus dados.

Figura 5: Seis cliques e um gráfico pronto!

Figura 5: Seis cliques e um gráfico pronto!

Esta é uma grande ideia! Por este motivo, colocarei no radar a construção de alguns modelos de gráficos que pode aplicar rapidamente nos seus gráficos já prontos, sem necessidade de alterar nada. Aguardem!

Se gostou compartilhe clicando nos botões abaixo e participe deixando um comentário com críticas, sugestões, complementação etc!

1,622 total views, 1 views today

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *