Como tratar e/ou esconder os erros #N/D, #VALOR!, #NUM!, #REF! etc no Excel?


Enquanto você está construindo um relatório, uma planilha de contas, de orçamento, ou qualquer outro tipo de cálculo no Microsoft Excel você arrasta uma fórmula aqui, outra fórmula ali, copia e cola e aparece uma mensagem de erro dentro da célula: “#N/D”, “#VALOR!”, “#NUM!” – mas o que é isso?

Antes de qualquer coisa, você precisa entender que as mensagens de erro que o Excel retorna nas células são bastante úteis e servem para identificar a natureza dos erros e não apenas para poluir sua planilha e dar a impressão de que as suas contas estão erradas (apesar de que dão mesmo esta impressão!).


Vamos decifrar os erros mais comuns com os quais você poderá esbarrar:

#N/D:

Normalmente é retornado ao utilizar-se a função PROCV, PROCH ou PROC e significa que o valor que você está tentando encontrar não foi encontrado. No entanto, pode ser que você esteja apenas cruzando tipos de dados diferentes, um texto com um número, por exemplo, ao utilizar esta fórmula. Garanta que o “valor procurado” e a primeira coluna da “matriz” sejam do mesmo tipo de dado.

#VALOR!: 

Significa que o Excel não conseguiu converter o conteúdo da célula em um valor numérico. Isso vai acontecer quando você utilizar a função VALOR sobre uma célula que contenha uma letra, por exemplo!

#NUM!:

Quer dizer que você está utilizando um valor numérico inválido em sua fórmula, por exemplo, quando você só pode inserir números inteiros e você insere número decimais (“quebrados”)

#DIV/0!:

Esse você já deve ter visto centenas de vezes! Significa que o resultado da sua fórmula é uma divisão por 0, que é uma operação inválida na matemática, pois não há divisor de zero!

#REF!:

A referência que você inseriu em sua fórmula para uma célula não existe mais. Por exemplo, se você fez uma referência a aba “Plan2” e depois excluiu a aba, o Excel retorna este erro pois não consegue mais encontrar a indicação anterior.

Consulte a ajuda do Excel (F1) para identificar outras categorias de erros. Utilize “Verificação de Erros” do Excel, também, para auxiliar na correção destes problemas: Na guia Fórmulas, no grupo Auditoria de Fórmulas, clique no botão de grupo Verificação de Erros.

E como esconder os erros?

Devendo ser ignorados ou não, os erros hão de ser tratados. Neste caso, podemos ignorá-los utilizando as fórmulas SERRO ou ÉERROS.

A primeira fórmula oferece uma tratativa mais ágil: =SERRO(1/0;0), neste caso se 1 dividido por 0 retornar um erro qualquer, substitua o erro por 0, caso contrário retorna o resultado. Neste exemplo o resultado será 0 pois 1/0 retornaria o erro #DIV/0!

A segunda é mais ampla e deve ser utilizada com a fórmula SE. A fórmula ÉERROS retornará VERDADEIRO (ou 1) caso o resultado da fórmula for um erro qualquer ou FALSO (ou 0) se o resultado NÃO for um erro: =SE(ÉERROS(1/0);0;1/0), neste caso irá retornar 0 pois 1/0 é incorreto.

 

3,113 total views, 5 views today

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *