Comparando dados em Gráfico de Matriz 2 Comentários


Eventualmente, faz-se necessário comparar duas variáveis diferentes para identificar algum padrão. O padrão é um comportamento observado na maioria da população e que pode ser utilizado como modelo para as ações a se tomar ou comportamentos a investigar.

Para comparar duas variáveis é possível utilizar um gráfico matricial de frequência, ou seja, uma matriz ou quadrante ou grade que exiba, em cada um de seus eixos, as duas informações a comparar e a concentração ou frequência dentro em relação à elas, tal qual abaixo:

matri1

Como analisar uma matriz?

Um gráfico matricial irá exibir a frequência entre as faixas horizontais e verticais, ou seja, a quantidade da população em sua base, agregada para cada faixa dos dois eixos.

Se formos considerar, por exemplo, avaliar uma  base de 152 pessoas, contendo sua idade e renda, estabelecemos dois eixos ou duas variáveis: idade e renda.

Estas duas variáveis deverão ser agregadas em faixas para podermos contar as pessoas em cada uma delas, em idade – de 20 a 25 anos, 26 a 30 anos, 31 a 35 anos e assim por diante – e renda – de 1.000,00 a 2.500 reais, de 2.501,00 a 4.000,00 reais… A contagem que iremos realizar é chamada de frequência.

Ao criarmos o gráfico matricial visualizaremos esta frequência e uma escala cores para cada faixa interligada: a quantidade de pessoas em determinada faixa de renda e idade e será possível identificar a concentração que é onde pode existir algum padrão sobre o qual será possível criar planos de ação ou compreender algum tipo de comportamento que relaciona as duas variáveis.

No exemplo da figura acima, vemos um “padrão” de pessoas na matriz de 35 a 50 anos e que têm uma renda acima de 11.500,00 reais. A partir desta informação é possível inferir algumas hipóteses de acordo com o objetivo da sua análise.

Como criar?

Considerando a base de elementos que contém as duas variáveis a serem avaliadas, idade e renda, vamos agrupar as faixas de cada informação em um eixo horizontal (para faixas de renda) e um eixo vertical (para faixas de idade). A primeira linha e primeira coluna acima e à esquerda da matriz conterá os valores de referência para fórmula =CONTSES. Repare que extrapolamos a faixa de renda na célula M4 e a faixa de idade na célula C14, são dados que podem ser ocultos na planilha e serão utilizados para contar a população que estiver acima da faixa máxima que, neste exemplo, é 11.500 reais para renda e 60 para idade.

Na linha 3 e na coluna B inserimos os rótulos para facilitar a análise do gráfico.

matri2

 

Na primeira célula da matriz (D5) insira a fórmula: =CONT.SES(Plan1!$B$2:$B$153;”>=”&Plan4!$C5;Plan1!$B$2:$B$153;”<“&Plan4!$C6;Plan1!$C$2:$C$153;”>=”&Plan4!D$4;Plan1!$C$2:$C$153;”<“&Plan4!E$4)

Ela irá contar a quantidade de pessoas na variável “idade” que sejam maiores ou igual à coluna anterior e menor que a coluna seguinte e contar a quantidade de pessoas na variável “renda” que sejam maiores ou igual à linha anterior e menor que a linha seguinte. Note que no critério baseado em colunas, fixamos a coluna (o sinal “$” antes do “C”) e que, para o critério baseado em linhas, fixamos a linha (o sinal “$” antes do “4”). Isso permite copiar a fórmula automaticamente para as demais células da matriz sem perder as referências.

Agora, selecione todas as células da matriz e, na guia “Página Inicial”, no grupo “Estilo”, selecione “Formatação Condicional”, “Escalas de Cor” e selecione um modelo desejado. Você também pode personalizar a escala de cores ao selecionar “Mais regras…”, onde deverá determinar a cor para o valor mais baixo e a cor para o valor mais alto.

Está pronto! Você poderá utilizar que tipo de informação e quantidade de faixas desejar, utilizando apenas as células do Excel!

down_icon Download | Gráfico de Matriz

Se você gostou compartilhe este artigo clicando nos botões abaixo e participe deixando-nos um comentário!

1,699 total views, 1 views today


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “Comparando dados em Gráfico de Matriz